Controle

 Demorou bastante tempo até que eu aprendesse, mas foi a melhor coisa que fiz. Esse negócio de controlar suas despesas e receitas ajuda demais depois que vc começa a ver os resultados... ^^

Sempre fui uma pessoa meio descontrolada, lá em casa a gente não tinha as coisas facilmente, então comecei a dar aulas particulares logo cedo pra conseguir comprar meu próprio material escolar ou o que desejasse (dava aulas quase de graça).

Para um filho consciente, ver os pais ralando e as coisas faltando em casa é frustrante, então, quando comecei a trabalhar, perdi o controle com cartões de crédito e demorou um bom tempo pra recuperá-lo.

Quem me ensinou isso melhor foi meu anjinho, ele foi minha consciência nos últimos anos... é ótimo ter uma pessoa ao seu lado na hora de comprar, que pergunta a você "realmente precisa disso, ou pode deixar pra depois?". O que a gente precisa fazer é colocar essa pergunta em nossa mente sempre!

Eu não tinha 10 livros quando passei a ser servidora pública... comprar um livro por 30,00 pra mim era absurdo! Então, nenhum livro para concurso, nenhum livro da faculdade... só usava apostilas. =/
E meu sonho era montar minha biblioteca própria.

Os primeiros de concurso ganhei de minha irmã, ela tinha outros mais recentes e não estava usando mais... Depois, quando passei, estabeleci uma meta de comprar os meus e montar minha biblioteca, mas sem perder o controle. (difícil demais, você entra em uma livraria e fica se coçando, olhando todos aqueles livros pedindo pra serem levados pra casa... ~.~' )

Fizemos uma planilha e compramos uma daquelas pastas sanfonadas. Na pasta, todas as contas e notas fiscais de tudo o que adquirimos ou pagamos no mês, entra tudo: aluguel, energia, água, alimentação, livros, higiene, calçados, móveis e eletrodomésticos, ajuda para alguém da família... Na planilha, colocamos todos os meses e todas as contas que temos a pagar, inclusive as que são feitas dentro do mês, ou as que são à vista. Dessa forma, sabemos quanto temos, se temos, algo sobrando em cada mês. Consegui aprender a reservar uma parte do pagamento e esquecer dela, pois minha mãe e meus irmãos podem precisar (eles foram fundamentais para que eu aprendesse a controlar tudo isso).
Se eu tiver algum dinheiro sobrando, posso me dar ao luxo de comprar um livro ou dois. Se não tiver, paciência... economizo em algo no mês seguinte para tentar comprá-los.

Precisei comprar alguns para concurso, daqueles que custam mais de R$ 100,00, então parcelei no cartão e lá vai uma continha fixa na planilha para cada mês até encerrá-la. Até terminar, nada de mais livros em cartão, só à vista.

Outra coisa, só aceite colocar uma conta nova na planilha quando terminar as outras que cubram aquele valor. E evite o cartão de crédito, sério, todo mundo fala isso o tempo todo, mas há coisas que não precisam ir para o cartão...  Eu optei por não ter muitos, uso um ou dois, e nunca chego ao limite nem pago o valor mínimo. Só utilize se for para contas grandes, e se possível, nem para elas.

Aprendi que vale a pena você se privar daquilo que quer por alguns meses até conseguir o valor total da 'coisa'. Queria muito uma estante para meus livros (que estavam empilhados na mesa e faziam meu coração doer toda vez que os olhava), então juntei dinheiro por alguns meses, meu marido desenhou a estante para mim, e pesquisamos o preço em vários locais. No final, estava com uma estante linda, muito bem feita, resistente, e sem nenhuma dívida para o mês seguinte. Essa sensação é a que vale a pena. Você dormir com a cabeça tranquila sem pendências... 

Hoje, consigo sentir falta de muita coisa aqui em casa, fizemos uma lista do que ainda precisamos (mesmo) comprar e ainda estamos juntando dinheiro para isso, como o balcão da cozinha, a mesa de jantar e a cama de casal (a nossa quebrou com uma criança de 8 anos), mas são coisas a serem pensadas, e queremos comprar cada uma à vista (gostamos desse negócio... rsrsrs). O cofrinho tá lá, todo mês colocamos algo nele e esquecemos... "Saiu promoção na Saraiva ou no Submarino!" Péra, eu não tô precisando, se eu ficar sem comprar não vou morrer, então deixa passar... tem uma mesa de jantar me esperando... ^^

Se você ainda não tem o controle sobre as suas finanças, aprenda aos poucos... se force a ficar sem algo em um mês, para conseguí-lo no mês seguinte. Não caia naquela de 'eu trabalho tanto, eu mereço isso', você merece controle sobre si, você merece dormir tranquila e ver que tudo o que você tem foi conquistado com seu esforço, você merece olhar para suas contas pagas e ver que não foi vencida pela tentação... vale a pena!

Ps.: Para quem desejar, posso enviar a planilha por email... ^^

Nenhum comentário: