Livro 18 - Puros


Que livro gostoso de ler... ^^
A história chega a ser um pouco chocante no início, mas nos acostumamos aos fatos e, depois de algumas páginas, ler que uma pessoa ou outra estão fundidas a algo passa a ser comum.

Após uma explosão, que devastou boa parte da terra, Pressia se vê sem seus pais e com sua boneca fundida em uma das mãos. Ela é criada desde então por seu avô, e os dois tem um carinho mútuo. O mundo já não tem os mesmos recursos, e o ambiente em que ela vive é cheio de tensão, devendo se recolher após certo horário, tendo que barganhar para conseguir alimento, vendo seu avô adoecendo e com o receio de seus 16 anos, quando um organização recolhe as pessoas e ninguém mais as vê.

Não muito longe dali, há um domo, onde alguns poucos escolhidos vivem de forma aparentemente normal, sem fusões, com atividades diversificadas, educação e tudo o mais (alguém já viu isso?). Essas pessoas são chamadas de Puros.

No domo vive outro de nossos protagonistas, Partridge, um Puro que não se limita às paredes desse ambiente e não aceita todas as explicações que dão. Ele só tem o pai, e a relação entre eles não é das melhores.

Ao longo da história, alguns acontecimentos fazem com que os dois passem a lutar juntos em busca de respostas e de um futuro onde todos podem viver felizes, mesmo com os problemas gerados pela explosão. É difícil aprofundar sem soltar algum spoiler, cada capítulo tem uma surpresa e é super legal avançar neles, melhor deixar a vontade de saber o que acontece...

É uma história diferente, que valeu a pena e me surpreendeu de uma forma muuuuito boa!
Ponto para a autora, que conseguiu criar esse mundo caótico e fazer a gente ver como é possível sorrir mesmo em uma situação ruim.

Sinopse

Pressia pouco se lembra das Explosões ou de sua vida no Antes. Deitada no armário de dormir, nos fundos de uma antiga barbearia em ruínas onde se esconde com o avô, ela pensa em tudo o que foi perdido — como um mundo com parques incríveis, cinemas, festas de aniversário, pais e mães foi reduzido a somente cinzas e poeira, cicatrizes, queimaduras, corpos mutilados e fundidos. Agora, em uma época em que todos os jovens são obrigados a se entregar às milícias para, com sorte, serem treinados ou, se tiverem azar, abatidos, Pressia não pode mais fingir que ainda é uma criança. Sua única saída é fugir. Houve, porém, quem escapasse ileso do Apocalipse. Esses são os Puros, mantidos a salvo das cinzas pelo Domo, que protege seus corpos saudáveis e superiores. Partridge é um desses privilegiados, mas não se sente assim. Filho de um dos homens mais influentes do Domo, ele, assim como Pressia, pensa nas perdas. Talvez porque sua própria família se desfez: o pai é emocionalmente distante, o irmão cometeu o suicídio e a mãe não conseguiu chegar ao abrigo do Domo. Ou talvez seja a claustrofobia, a sensação de que o Domo se transformou em uma prisão de regras extremamente rígidas. Quando uma frase dita sem querer dá a entender que sua mãe pode estar viva, ele arrisca tudo e sai à sua procura. Dois universos opostos se chocam quando Pressia e Partridge se encontram. Porém, eles logo percebem que para alcançarem o que desejam — e continuar vivos — precisarão unir suas forças.




I.S.B.N.: 9788580572322
Cód. Barras: 9788580572322
Reduzido: 4080140
Altura: 23 cm.
Largura: 16 cm.
Profundidade: 1 cm.
Acabamento : Brochura
Edição : 1 / 2012
Idioma : Português
Número de Paginas : 386


3 comentários: