Diversão ou trabalho?




Que hoje existem milhares de blogs literários e que falar de livros virou moda todo mundo sabe, o que muida gente não sabe é que várias pessoas tem a satisfação de tornar isso um trabalho. 

No meu caso, ler e comentar sobre meus amados é puro lazer. Eu trabalho no INSS, e lá não tem como unir uma coisa a outra (exceto se você considerar a leitura da lei, dos processos e instruções normativas um lazer... ¬¬' ). Meu trabalho financia meu lazer, mas sonho com o dia em que poderei unir as duas coisas. Não sei quanto ganha, mas queria muuuuuito montar uma livraria-café, ou trabalhar em uma grande rede de livrarias, ou editora de livros de ficção, ou em uma biblioteca... sei lá, queria ter um minuto no expediente dedicado à leitura, mesmo sabendo que as pessoas que trabalham com isso não ficam lendo o dia inteiro ok?

Deve ser uma delícia poder curtir um bom livro durante a maior parte do dia, quando a pessoa trabalha com isso. Imagino que seja uma satisfação imensa poder administrar sua rotina incluindo a leitura nas horas de trabalho, recebendo livros, comentando e conquistando outras pessoas para esse universo literário. Não conheço ninguém que trabalhe nesse ramo, mas se você trabalha, divida com a gente essa experiência fascinante!!!

Mas trabalhar com o que você mais ama tem seus problemas, meu digníssimo já ouviu várias vezes que deveria montar um restaurante, por amar e ser tão bom na cozinha quanto um chef, mas ele sempre responde que não fará isso pois perderá o prazer ao transformar isso em obrigação. E é nesse ponto que acho que teria problemas.

O universo literário é muito vasto, e gosto é algo muito peculiar. Ao trabalhar com os livros, ao menos na parte que toca aos leitores, acredito que teria que ler inúmeros livros que odiaria e jamais compraria. Amo a liberdade na hora de escolher o que vou ler, quando e como, dependendo do meu humor e disposição. Sigo e respeito meu ritmo, escrevo conforme meu estado de espírito e isso só fez minha paixão aumentar. =D

Triste é ver que tem muita gente que está se esforçando demais para transformar o lazer em profissão, e torço para que obtenham sucesso na luta, mas vale a pena?
Fico tão triste quando vejo algumas pessoas atropelando as leituras, colocando o carro na frente dos bois e tentando abraçar o mundo com as pernas, calma... tem espaço e tempo pra todo mundo. Se você não trabalha com isso, curta a leitura, desfrute de cada página e de cada livro novo. Se você não tem renda para comprar os seus próprios livros, visite bibliotecas, pegue emprestado, faça trocas... tem saída pra tudo!!!

Até dois anos atrás, quando ainda era uma concurseira-estudante-sem-renda, não tinha nem 10 livros, e mesmo assim li toda a saga do 'Harry Potter', 'Crepúsculo', li 'A menina que roubava livros', e mais um monte que todo mundo ama. Como? Dessa forma!!! Os livros do Harry pegava na biblioteca central de Fortaleza, os da saga 'Crepúsculo' peguei com uma amiga que estagiava comigo na época, e mais uns com uma amiga da facul, ou um vizinho... e assim vai. Maaaas eu lia com toda alegria do mundo!
Eu amo sorrir quando recebo meus livros, e quando começo a ler um que queria muito, muito, muito!!! E quando leio um livro que me faz rir, por ser divertido ou por ter uma história de superação, ou uma história feliz... e amo poder decidir abandonar a leitura por estar odiando o livro, poder soltar o verbo na hora de comentar sobre como achei um ponto ou outro tão insuportável que não consegui continuar. Há leitores para todo tipo de livros, se eu não gosto, alguém pode gostar... mas isso não me obriga a gostar de todos. Sou muito feliz por ter tantos livros para ler nesse mundão, e por saber que vou amar tantos mundos que ainda desconheço. Seja feliz também, leia!!!

Para você, onde a leitura estaria? Na obrigação ou no lazer?

Nenhum comentário: