Livro 47 - Como eu era antes de você



Eu chorei.
E ri muito. ^^ (não necessariamente nessa ordem)

Devorei o livro em um final de semana, e estava chegando no final já sentindo saudades da Lou e do Will.

A história gira em torno dos dois, somos apresentados primeiramente ao Will, que é um cara extremamente ativo e milionário, que gosta de fazer e tentar tudo que envolve aventuras, descobertas e que não 'desliga' em momento nenhum. Depois conhecemos a Louisa, uma jovem que não saiu nem de sua cidade, que se conformou em trabalhar em um café e com um namorado 'distante'.

Durante vários capítulos, conseguimos nos encantar na pequena cidade inglesa que tem um castelo como ponto turístico. É nessa cidade que Lou mora com os pais, que ama o seu aparentemente simples trabalho, e namora com o Patrick, um cara obcecado com corrida e que está treinando para uma maratona. As mudanças começam com o café onde a Lou trabalha fechando, assim, ela precisa procurar outra ocupação e sua família a pressiona o tempo inteiro para isso. E é assim que a protagonista acaba na casa do Will.

A Sra. Traynor, mãe de Will, contrata Lou para ser cuidadora do filho tetraplégico, o que surpreende todo mundo uma vez que ela não tem experiência nenhuma com isso. Mas ela aceita, e logo nos primeiros dias sua mente tão limitada a um mundo tão pequeno começa a refletir seus atos. Will é um cara antipático, grosso, arrogante e faz questão de fazer Lou sentir-se a mais incompetente das pessoas. Ela mal suporta ficar no mesmo cômodo que ele, mas seu trabalho pede isso e sua família não aceita que ela abandone tudo. Então, ela insiste... e insiste... acho que sua personalidade cativaria qualquer pessoa, queria ter a força de vontade dela.

Aos poucos, os papéis se invertem e Will começa a abrir a mente da Lou para outras coisas, começa a provocá-la para superar desafios, medos, conhecer novos lugares, tentar outras experiências. Ele não aceita que uma pessoa com todas as funções do corpo funcionando perfeitamente se limite tanto. A arrogância e grosseria mudam, e passamos a nos divertir com as 'patadas' que ele solta.

O livro é lindo, e nos ensina um monte de coisas que passamos a vida sem notar ou tentar. É narrado em primeira pessoa, geralmente do ponto de vista da Lou, mas também lemos pelos olhos do Will, de seu pai e de outros personagens fundamentais. Talvez por isso tenha mergulhado tanto e sentido tanto a história. Isso sem mencionar o carinho que a editora teve na capa, na textura, na lombada, nas páginas... tudo lindo demais!!!

Quais seus planos e sonhos? O que você está fazendo para vivê-los??

Leiam o primeiro capitulo disponibilizado pela editora abaixo!





Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.


 


Editora: Intrínseca
Autora: Jojo Moyes
Tradução: Beatriz Horta
Lançamento: 20-04-2013
Lançamento: 2013-04-20
Páginas: 320
Formato: 16 x 23
Peso: 260
Cód. de barras: 9788580573299
Gênero: Ficção


Ah, a editora publicou uma nota informando que o livro será adaptado para as telas do cinema... \o/
A previsão da estreia americana era para 06 de junho de 2014, mas não vi nenhum comentário falando disso além da nota. Alguém sabe como andam as filmagens ou se vai mesmo sair esse ano?

3 comentários: