Bodas de algodão




Dois anos. E se me contassem que viveríamos tudo isso, eu não acreditaria que seria comigo... é muito mais do que sonhei. ^^

Nunca vi duas pessoas com uma sintonia tão perfeita (ignora o relógio do sono tá?), que gostam tanto de ficar curtindo um ao outro, só pelo fato de estar perto. A gente se conheceu por necessidade, e eu tenho que agradecer ao pessoal que fez do Flat um sistema tão cheio de problemas e travas, graças ao péssimo funcionamento dele pudemos viver uma história e continuar a escrevê-la até hoje. Você me conquistou com sua personalidade tão doce e atenciosa, mandando músicas tão lindas, conversando comigo sobre Naruto bem na época em que eu acompanhava o anime pela primeira vez, mostrando seu lado família e seus valores... e a amizade foi ficando forte demais, eu queria conhecer mais dessa pessoa que estava tão longe, fiquei curiosa em ver que existia uma pessoa que me entendia e com quem era tão gostoso falar.

E os dias passaram, e falar apenas durante o trabalho já não era suficiente, e a gente começou a sentir saudades demais para esperar a segunda-feira chegar (nunca foi tão gostoso ir pro trabalho!!! kkkkkkkkkk ). Então, a TIM inventa de colocar uma promoção em que as pessoas poderiam ligar interurbano pagando só o primeiro minuto, era Deus nos unindo e permitindo que nossa história surgisse. Ficar ao telefone com você o dia inteiro era pouco, meu melhor amigo, aquele com quem eu queria compartilhar cada segundo, que me fazia sorrir e que sorria comigo. ^^

E passaram mais dias, semanas, e ser só amiga estava ficando pouco. Eu pensava como tinham sorte as pessoas que moravam e trabalhavam perto de você, nas ligações em que ouvia aquela bagunça que eram os fins de semana com a família e amigos, morria de inveja querendo estar no lugar delas. Mas era longe demais né? Não tinha como dar em nada... então você também queria, e meu coraçãozinho começou a pular como um doido... #~.~# 
Como a gente ia fazer? Nenhum dos dois tinha noção... sua vida era em Palmas, a minha em Fortaleza, nenhum cogitava uma mudança tão drástica. Resolvemos confiar no nosso amado Deus, que se fosse para acontecer, Ele nos mostraria o caminho. E, como sempre, Ele fez melhor do que poderíamos pedir. Então veio a mudança, e Fortaleza passou a ser um lugar onde eu passaria as férias. A saudade da família me acompanha até hoje, e você se desesperou tantas vezes pensando que estava me fazendo mal ficar tão longe deles, que não merecia isso tudo... mas a gente tem que lutar pelos nossos sonhos né? E o meu estava em Palmas, com vc e com os concursos que viriam. E nossos dias foram de sorrisos (hoje a gente ri do palhaço né? kkkkkkkkkkkkk ). Ficamos tão pouco tempo lá, mas foram dias tão incríveis... Palmas é um cantinho nosso até hoje.

Mas nossa vaga não estava lá, e trabalhar no setor privado não era pra gente, não da forma como estava... com um salário que mal dava pra pagar o aluguel e tanta humilhação. Se fosse pra ter stress, que ao menos recebêssemos um bom pagamento. E os dois loucos, agora juntos, decidem mudar de novo. Fomos para Rubiataba, e um looooongo ano nos esperava. Que luta!!! Mas a gente estava pertinho, eu podia ver seu sorriso todos os dias, e tentar te fazer sorrir... e vc se preocupando o tempo todo comigo, fazendo o melhor que podia para me fazer feliz... e vc fez, e faz. ^^

Nosso aniversário de namoro foi quase sem nenhum centavo, mas a gente teve um dia lindo, e a lembrancinha está até hoje tocando musiquinhas no nosso guarda roupa (pra não pegar poeira). Não foi fácil, mas em toda a luta eu sempre pensei no que aconteceria a nós dois, não existia mais cada um separadamente. Resolvemos confiar em Deus novamente, e Ele nos presenteou com a vaga em Itapuranga. Comemoramos juntos, descansamos, e mais uma mudança veio. Resolvemos oficializar nossa união perante os homens, e guardar a festa com Deus e os familiares para quando tivéssemos uma condição melhor. 

E lá se vão dois anos...

Viajamos muito, sorrimos, nos divertimos, choramos, lutamos, nos decepcionamos, comemoramos, assistimos Dragon Ball, um monte de filmes, choramos sorrindo mais, comemos um monte de delícias, corremos para a academia pra queimar as gorduras dessas delícias, atiramos flechas, lemos, sorrimos com o Yuki ciscando na terra e com a Jade aprendendo a pular, fotografamos, voamos, acampamos, fomos à casa do nosso sempre presente Deus, agradecemos a Ele por viver tudo isso e pedimos que nos permita viver muito mais. Sempre na primeira pessoa do plural.

E em um futuro, que não sei quanto tempo durará, esperamos ter um pedacinho nosso nesse mundo, que Deus faça a vontade dEle, e que se possível, nos permita gerar essa vida. ^^
Sei que virão mais mudanças, mas vida de cigano é assim mesmo, até a gente encontrar nosso cantinho precisamos continuar tentando. Que delícia poder acompanhar você em todas essas mudanças, porque agora a sua costelinha não se perde mais tá? Grudei!!!!! =P
Até lá, quero sorrir com você todos os dias até ficar velhinha, quero ter a honra de continuar vendo suas dancinhas criativas, sendo sua única expectadora, quero continuar vivendo os momentos que são tão nossos, com muuuuito carinho, amor, admiração, paz, e lágrimas e sorrisos!

Eu amo você, maridón, tenho muito orgulho de ter sido escolhida para estar nessa história ao seu lado!   

Ainda bem que essa letra não se aplica, porque ninguém está pensando em ir a lugar nenhum sozinho, mas essa foi a primeira música que você me mandou e que fez meus olhinhos brilharem, me fazendo prestar mais atenção em você lá no comecinho, então, obrigada por ela!


Um comentário: