Vivendo mais um dia


De quanto tempo você precisa para fazer o que TEM que fazer agora?

Depois de tantos meses lutando para voltar a estudar para concursos, entendemos um problema sério que precisa ser o primeiro enfrentado: A falta de tempo.

Isso não é justificativa para que você não faça algo, muitas vezes nós simplesmente deixamos aquilo que temos que fazer por não estar no ânimo naquele momento, ou por querer mais outra coisa. Foi fundamental entender que nós não poderíamos esperar que meu trabalho me desse uma trégua mental, o assédio moral continua, assim como a infinidade de leis e memorandos alterados diariamente, e o volume de processos gigantesco a analisar... mas percebi que isso não vai mudar tão cedo, então já passou da hora de arregaçar as mangas e ir à luta.

O que você tem a fazer hoje??? 
Trabalhar, estudar, cuidar de casa, filhos, marido/esposa, pagar contas, comprar o que falta para a casa, visitar pessoas? Como fazer tudo em um dia? Não dá. E nunca vai dar, entenda isso o quanto antes para começar a agir com o que pode fazer.



Algumas pessoas são imediatistas, outras não. Mas o tempo é um só para todos, o ritmo é que muda. Respeite seu ritmo.

Li no blog O mundo dos livros uma postagem perguntando 'Quanto tempo o tempo tem?', e fiquei feliz em ver que hoje consigo fazer de tudo um pouco. Foram meses tentando fugir da depressão e do desespero por causa do trauma com a gerente da APS onde trabalho, mas procurei um médico, orei muito e sou abençoada com o melhor maridón do mundo, que me deu a força que eu precisei para poder sorrir hoje. Encontre sua válvula de escape, e que seja uma válvula saudável tá?? Nada de usar os problemas para se afogar nos ilícitos, isso não justifica, os problemas continuarão aparecendo e você precisa estar forte para continuar vivendo com eles. Seja um vencendor (a), mesmo que demore dias/semanas/meses. Você pode começar mudando hoje! ^^


Ps.: Obrigada, maridón lindo, por ser minha luz... mesmo estando com você todos os dias, já estou com saudades do fim de semana. ♥

Um comentário: