Livro 58 - Morra por mim - Trilogia Revenants




Esse ano está sendo de muitas viagens fantásticas!
Depois de conhecer o Acampamento ShadowFalls e me apaixonar pelo mundo que encontrei nele, agora foi a vez de me viciar na trilogia "Revenants".

Nesse livro conhecemos a dor da Katie, que perdeu os pais e precisou mudar-se do Brooklyn para Paris. Katie passa seus dias em um estado depressivo, enquanto sua irmã tenta seguir com a vida. O livro não chamaria nossa atenção se continuasse assim correto? Então surge Vincent.

Katie ocupa sua mente e tempo lendo seus livros nos cafés de Paris, e durante uma de suas leituras acaba sentindo os olhares de um grupo de rapazes, dentre eles, um "de tirar o fôlego, com seu cabelo preto meio comprido jogado para trás, deixando ver uma testa ampla. A tez morena me fez achar que ele passava muito tempo ao ar livre, ou que vinha de algum lugar bem mais ao sul e mais ensolarado do que Paris. E os olhos que estavam cravados nos meus eram tão azuis quanto o céu, orlados com espessos cílios negros". Este é Vincent.

Ela sentia que havia algo diferente nele, algo que passava a sensação de perigo, mas ela nem conhecia a criatura, então não precisava se preocupar com isso. Katie ficou intrigada após um passeio com sua irmã, onde presenciaram uma jovem tentando pular de uma ponte. Quem aparece para ajudar a jovem? Vincent, claro. Mas o primeiro diálogo dos dois só aconteceria em uma outra tarde, quando Katie voltaria ao café para ler seus livros.

Depois que se conhecem, Katie acaba sentindo-se curiosa em relação a Vincent, mas não culpo-a por isso, ele é daqueles que não deixam você desviar o olhar e que travam conversas inteiras só com esta troca, que fazem seu corpo inteiro reagir só por estarem no mesmo ambiente. Com o tempo, nossa protagonista acaba presenciando situações que a fazem ter certeza que existe algo bem anormal com o grupo de rapazes que chamou sua atenção e, não satisfeita, vai em busca de suas respostas. Ela só não imaginava que o mundo ao qual seria apresentada quebraria todos os seus conceitos.

Quando resolvi ler a trilogia, nunca tinha lido nenhuma resenha a respeito, por mais que tenham milhares por aí. E foi ótimo conhecer tudo do zero. Se soubesse que o livro traz um tipo de personagem fantástico como os Revenants, talvez não desse chance alguma para ele. Nunca fui muito fã do estilo, e não imaginei que teria como criar um mundo tão incrível com esse tipo. Que surpresa maravilhosa! Mais um universo que me encantou e não me deixou parar de ler enquanto não tinha concluído os três livros. 

A autora soube nos mostrar uma Paris que não tinha visto em outros livros, foi bem legal ler parecendo estar lá, como se fossem as ruas da minha cidade. A história é narrada em primeira pessoa, sempre do ponto de vista da Katie, e isso nos faz sentir melhor tudo o que é contado. A autora foi super feliz em desenrolar a história em um ritmo que te deixa curioso, mas que não faz você cansar de esperar, e sem a embromação para encher páginas, tudo na medida certa. 

Recomendadíssimo!!!!

Leiam a sinopse e um trecho do livro abaixo:



SINOPSE:

Quando os pais de Kate morrem em um trágico acidente de carro, ela deixa sua vida para trás e vai morar com os avós em Paris. Para ela, a única maneira de sobreviver à dor é se jogar nos livros e na arte parisiense - até conhecer Vincent. Misterioso, charmoso e muito bonito, Vincent ameaça derreter seu coração com apenas um sorriso. No entanto, Kate descobre que ele tem uma missão muito especial na Terra, e que está envolvido em uma guerra que vem sendo travada há séculos. Ela logo percebe que, se seguir seu coração, pode nunca mais viver a salvo novamente.

AMOSTRA DOLIVRO





FICHA

TÉCNICA

Título Original:Die for me
Autora: Amy Plum
ISBN: 9788562525940
Gênero:Jovem Adulto
Páginas:424
Formato:20,8 X 13,7 X 2,5cm
Editora:Farol Literário

Nenhum comentário: