Dicas para mães de primeira viagem - 1 - Gravidez



Ooooi!

Para quem está planejando ter ou está esperando seu bebê pela primeira vez, aprendi algumas coisas que me ajudaram e acredito que possa auxiliar mais alguém. (Não custa nada dividir experiências)


  1. Cuidem da saúde. Isso é o mais importante, óbvio. Não apenas pela nova vida que carregamos com a gente, mas por nós mesmas. Ajuda a diminuir os desconfortos da gravidez, que não são poucos. Alimentem-se direito, não usem a desculpa da gravidez para fazer todos os seus gostos e vontades, precisamos pensar pelo pequeno ser que depende inteiramente de nós.
  2. Pesquisem. Informem-se sobre tudo o que puderem, desde os sintomas que temos durante a gestação até sobre como será após o parto. Para mim, ajudou demais estar preparada psicologicamente para o que vinha. Muitos blogs, consultas médicas, sites e vídeos esclarecendo e guiando foram fundamentais para que eu mantivesse minha ansiedade controlada.
  3. Adiantem o que puderem. Aquela história de 'amanhã eu faço' não funciona durante a gravidez e no pós parto. Não precisa sair como louca fazendo tudo num dia só, mas aproveitem os dias em que estiverem mais dispostas para fazer o que falta. Preparem o enxoval com antecedência, chá de bebê, quarto do neném, o que levar para a maternidade, o que vai precisar nos primeiros meses após o parto, limpeza da casa... Para quem não tem a chance de uma secretária/empregada/babá por conta de tudo, aproveitar o tempo para manter tudo em ordem é importantíssimo!
  4. Economizem. A não ser que vocês tenham uma fonte imensa de renda, tentem focar no que é indispensável. Sei que a vontade é de comprar e fazer tudo por nossos bebês, mas eles geram muitas despesas e sempre acontecem imprevistos, então não comprometam todo o orçamento nem façam dívidas.
  5. Relaxem. Nossa mente e nosso corpo tem limites, e precisamos respeitá-los, ou nossos pequenos (as) ficarão sem a mãe para cuidar deles. Aceitem ajuda de outras pessoas, conversem com seus maridos (se eles estiverem presentes), façam algo que gostam nas horas em que estiverem em casa, ou quando o neném estiver dormindo depois que ele nascer. Sempre falam para dormir todas as vezes que o bebê dormir, para quem consegue isso, parabéns! Mas não é meu caso, há dois meses que durmo cerca de 3-4 horas por dia, parceladas em intervalos de meia hora a 1h. No restante do tempo, ou estou organizando as coisas em casa, ou tentando relaxar para ver se durmo (ainda não consegui achar o botão de desligar...)
  6. Tenham paciência. Sei que durante a gestação viramos uma bomba de hormônios, mas isso não é desculpa para soltar os cachorros em todo mundo quando tiver vontade. Quando algo estiver te irritando, respire fundo e saia de perto. Se não der, pense no seu baby. O sorriso do meu pequeno renova todo o meu estoque de paciência.
  7. Entendam que ninguém nasce sabendo tudo. E ninguém é dono da verdade. Nós aprendemos a ser mães e pais com nossos pequenos, e erraremos com eles, assim como todo mundo. Não se culpe por isso, apenas se esforce para não cometer o mesmo erro. Também não discutam com todo mundo que vier te dando conselhos, as outras pessoas farão isso o tempo todo. Mais um teste de paciência pra mim, mesmo com a vontade enooorme de dar umas respostas 'delicadas', tento lembrar do 'uhun'. Você pode dizer que entendeu, ou OK, e fazer como VOCÊ acha que deve ser feito. Com o tempo a gente aprende que não somos de ferro e ficamos um pouco mais humildes.
  8. Curtam cada minuto da gravidez e do bebê. Cada dia e mês que passar não vai voltar para você viver novamente. Aproveite bastante.

Um comentário: